GUIA PLAYBOY DO CARNAVAL DO RIO:
DEUS SALVE AS RAINHAS! : a ficha completa e duas perguntas para seis belas que vão à frente das baterias na Sapucaí

BRUNA BRUNO
União da Ilha, segunda, dia 7/3, às 21h
Altura: 1,68 m
Peso: 62 kg
Busto: 89 cm
Cintura: 70 cm
Quadris: 104 cm
Anos de avenida: 6
O que é pior, ficar fora de forma ou ser acusada de ser a verdadeira paradinha da bateria?
Ficar fora de forma não pode acontecer, pois a função da rainha é animar e apresentar a bateria. Já ser a paradinha não acontece quando a rainha se compromete com o posto.
O que é mais importante, o tamanho do bumbo ou o jeito da batida?
O bumbo é o que dá o andamento, por isso o jeito da batida é tão importante.

VAMOS A BAILAR!: os bailes estão de volta ao Rio, por isso selecionamosas duas melhores novidades e um que resiste ao tempo

BAILE DE GALA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO: É a abertura oficial do Carnaval carioca. Mas não se deve esperar nenhuma “abertura” mais ousada em função da presença de autoridades como o prefeito e o governador do Rio. “Vamos exigir apenas traje branco ou fantasia”, diz Ricardo Amaral, um dos organizadores. Tem shows com Jorge Aragão, a bateria do Salgueiro e o Bloco Suvaco de Cristo, além de concurso de fantasias. Dia 3/3 (qui.) no Armazém 4, Píer Mauá (Avenida Rodrigues Alves, 10, Praça Mauá), das 22h às 5h. Entre R$ 210 (feminino, pista) e R$ 1 280 (mesa para quatro pessoas)no Ingresso.com.

FUN CARNIVAL : São dois bailes integrados que vão exibir os desfiles das escolas de samba para quem achar mais confortável ver a distância em uma grande tela de LED. Rola ainda o Bloco Cais na Folia, e baterias, cantores e passistas das escolas passarão por lá. Dias 6 e 7/3 (dom. e seg.) no Armazém 4, Píer Mauá, das 20h às 5h. Cada noite entre R$ 130 (individual) e R$ 2 160 (camarote para 12 pessoas) no Ingresso.com.

BAILE DA MANGUEIRA: Este é um da safra de bailes que deram a fama de Sodoma e Gomorra ao Rio. Há mais de 25 anos no calendário, será realizado na nova sede, no Centro, com show da bateria da Mangueira e passistas. Dia 5/3 (sáb.) na Avenida 13 de Maio, 23, Centro, a partir das 23h. Entre R$ 70 (pista) e R$ 350 (mesa para quatro pessoas). Reservas pelo tel. (21) 2239-4448.

O DONO DA FESTA: conversamos com Ricardo Amaral, um dos responsáveis pela volta dos bailes neste ano

Clóvis Bornay teria alguma chance se enfrentasse Lady Gaga em um concurso de fantasias?
O Bornay é eterno, criador de um estilo, um “bicha louca” maravilhoso. Lady Gaga é uma sub-Madonna,
uma caricatura sem graça de sua inspiradora. Bornay ganharia fácil.

Ao longo da história dos bailes os seios cresceram ou as fantasias encolheram?
Ambos. Os seios foram bombados com esse terrível silicone, e as fantasias estão menores a cada dia que passa. O Carnaval é tempo de liberação!

Que líder mundial você gostaria de ver em um baile de Carnaval carioca?
O presidente francês, Nicolas Sarkozy. Mas meu interesse é pela primeiradama, Carla Bruni, que, com todo o respeito, joga um bolão!

Ê-BALAÔ!: os cinco refrãos dos sambas deste ano que você precisa aprender para fazer bonito na Sapucaí
“Caldeirão vai ferver / a Grande Rio chegou / vem trazer pra você uma porção de amor / é a receita que a bruxinha ensinou.” A Grande Rio aborda o misticismo de Florianópolis

“Quando o amor invade a alma / é magia, é inspiração pra nossa canção, poesia / O beijo na flor é só pra dizer / como é grande o meu amor por você.” A Beija-Flor homenageia o rei Roberto Carlos

“Modéstia à parte, amigo, sou da Vila / Quem é bamba nem sequer vacila / Envolvido em cabelos, me sinto arrepiar / Feitiço refletindo no olhar.” A Vila Isabel tem os cabelos como tema

“Onde está? Diz aí / Carlota Joaquina veio descobrir / Na busca o bonde da Lapa / Madame Satã. Pequena notável / requebra até de manhã.” O Salgueiro fala do Rio no cinema

“Mangueira é nação / É comunidade! / ‘Minha Festa’, teu samba ninguém vai calar! / Sou teu filho fiel / Estação Primeira / Por tua bandeira vou sempre lutar!” A Mangueira presta tributo a Nelson Cavaquinho

SAMBA DE PRIMEIRA: cansou de samba de enredo e marchinhas? Saiba onde ouvir samba de raiz durante o Carnaval
Quem sentir uma saudade incontrolável do samba de raiz tem aonde ir no Rio durante o Carnaval. A melhor dica é a Pedra do Sal, uma das rodas mais floridas da cidade. A turma sai em forma de bloco na segunda-feira 7, a partir das 19 horas, e volta ao pé da Pedra do Sal. Já o Samba Luzia se apresenta na sexta-feira 4 na laje do Clube Santa Luzia, que tem uma belíssima vista da Baía de Guanabara. Como a batucada vai até as 4 horas, tem gente que sai dali direto para o desfile do Bola Preta, no sábado de manhã. PEDRA DO SAL Dia 7/3 (seg.), a partir das 19h na Rua Argemiro Bulcão, no Largo do João da Baiana, Saúde. Grátis. CLUBE SANTA LUZIA Dia 4/3 (sex.), às 22h, na Avenida Almirante Silvio de Noronha, 300, Centro. R$ 20.

UM BLOCO PARA CHAMAR DE SEU: entre tantas opções no Carnaval de rua do Rio, selecionamos quatro realmente imperdíveis
PARA PEGAR MULHER: SIMPATIA É QUASE AMOR – A probabilidade de encontrar alguém é maior em um bloco com milhares de pessoas. E tudo fica melhor com sambas que sempre falam de beijo na boca e agarramento. Dia 6/3 (dom.); concentra na Praça General Osório, em Ipanema, às 15h.
PARA QUEM TEM DISPOSIÇÃO: CÉU NA TERRA – Neste ano o percurso diminuiu em mais da metade do trajeto. Ainda assim é preciso pique para chegar a Santa Teresa cedo para acompanhar as marchinhas da orquestra. Dia 5/3 (sáb); sai da Praça Odylo Costa Neto, em Santa Teresa, às 7h.
PARA CURTIR A TRADIÇÃO: BOLA PRETA – Na rua desde 1918, é o bisavô dos blocos do Rio. Tem garantidas as presenças graciosas da atriz Leandra Leal como porta-estandarte e da cantora Maria Rita como madrinha. Dia 5/3 (sáb.); sai da Avenida Rio Branco, na Cinelândia, às 10h.
PARA OUVIR OUTROS SONS: CORDÃO DO BOITATÁ – É o mais singular por ter quase todo mundo de fantasia, tocar música de ritmos variados, desfilar pelas ruas do Rio Antigo e terminar com um baile a céu aberto. Dia 6/3 (dom.); concentra na Rua do Mercado, Centro, às 7h, e estaciona na Praça XV às 12h.

GUIA PLAYBOY DO CARNAVAL DE SALVADOR:

AINDA DÁ TEMPO, MEU REI!: até o fim de fevereiro você consegue garantir sua entrada nesses blocos. Então corra!
BLOCO CORUJA: Um dos mais tradicionais do Carnaval baiano, é comandado por Ivete Sangalo, que costuma convidar outros artistas. Sai no domingo e na terça no circuito Avenida, a partir das 13h, e na segunda no Barra–Ondina, a partir das 16h. Desde R$ 650 reais por dia pelo AxéMix (www.axemix.com.br).

BLOCO SALVADOR: O DJ francês David Guetta é a atração principal na terça-feira de Carnaval no circuito Barra–Ondina. Ivete Sangalo anima os foliões na sexta-feira. O público reúne mulheres bonitas e suadas. Sai na sexta e na terça no circuito Barra–Ondina (sem horários definidos até o fechamento desta edição). Desde R$ 350 reais por dia no AxéMix.

BLOCO NANA BANANA: A banda Chiclete com Banana comanda o bloco na sexta e no sábado – a Timbalada faz o esquenta na quinta. Sai na quinta, a partir das 18h, na sexta e no sábado, a partir das 15h, no circuito Barra–Ondina. Desde R$ 310 reais na Central do Carnaval (www.centraldocarnaval.com.br).

UMA COMIDINHA RÁPIDA NA RUA: entre um bloco e outro, saiba onde comer bem e sem riscos em Salvador
SANDWICH HALL: O Porreta Burger (7,50 reais) é feito com hambúrguer, presunto,
queijo, salada e bacon. Rua Oswaldo Ribeiro, 45, Ondina, tel. (71) 3247- 4981. Durante o Carnaval fecha às 7h.

SPEED LANCHES: Entre os sanduíches, o Sol Retado (8,40 reais) vem com carnede-sol acebolada, queijo, presunto e salada. Há também pratos rápidos e uma boa variedade de sucos. Avenida Oceânica, Ondina, tel. (71) 3497-9079. Funciona 24 horas.

SUCO 24 HORAS: Entre as 75 opções de sanduíches oferecidas pela casa destaca-se o cheese-filé (9 reais). A dica é pedir junto com o açaí com morango (8 reais) para recuperar as energias
e voltar para a folia! Rua Miguel Burnier, 108, Barra, tel. (71) 3011-4741. Funciona 24 horas.

GUIA PLAYBOY DO CARNAVAL DE RECIFE E OLINDA:

O FREVO ETÍLICO: como Olinda e Recife têm dois dos carnavais mais animados do país, selecionamos quatro bares para antes, durante e depois da folia

CENTRAL: O bar do momento no Recife é obrigatório na sexta-feira de Carnaval. As mesas na calçada, a vizinhança formada por botecos e a frequência privilegiada vão deixar você por dentro de tudo o que vai rolar nos quatro dias seguintes. Rua Mamede Simões, 144, Boa Vista, Recife, tel. (81) 3222-7622. De seg. a sex., das 12h às 2h; sáb., das 20h às 2h.

BODEGA DE VÉIO: Edval Hermínio da Silva, o Véio, não admite que seu estabelecimento seja chamado de bar. “Bar tem garçom; isto aqui é uma bodega!” Entre um bloco e outro, cerveja gelada e as cachaças artesanais do interior de Pernambuco, como a Triunfo (3 reais a dose), e também o sanduíche de queijo-doreino com pastrami (5 reais). Rua do Amparo, 212, Olinda, tel. (81) 3429-0185. De seg. a sáb., das 9h às 23h; dom., das 8h às 14h e das 16h às 20h.

FITEIRO: Localizado no epicentro da folia, serve chope Brahma estupidamente gelado. Uma opção é reservar uma mesa com antecedência para os dias de festa. Experimente o escondidinho de charque (12 reais) e a coxinha de galinha (6 reais). Rua do Bom Jesus, 35, Recife Antigo, Recife, tel. (81) 3224-0664. Diariamente, das 11h até o último cliente.

ALPHAIATE: O Carnaval do Recife não tem programação oficial na Zona Sul, mas esse bar é o preferido da galera para esquentar as turbinas antes de encarar as ladeiras ou depois de seguir os blocos.E neste ano estreia o Bar do Japa, quiosque do chef Márcio Fushimi dentro do Alphaiate para atender os fãs de comida japonesa. Não deixe de provar o ceviche (30 reais). Para os carnívoros, o bife de tira acompanhado de arroz piemontês (67,90 reais) é uma grande pedida. Rua Arthur Muniz, 82, Boa Viagem, Recife, tel. (81) 3465-7588. Todos os dias, das 11h30 até o último cliente.

CASA DA MOEDA: A casa mais badalada do lado alternativo do Recife Antigo, o bar se destaca pelas comidas, em especial a galinha pernambucana e o picadinho com queijo gorgonzola (15 reais cada um). Da calçada do bar é possível acompanhar o movimento dos blocos e o desfile das folionas. O artista plástico Sérgio Altenkirch, proprietário da casa, monta instalações divertidas que são uma mão na roda para puxar conversa com as beldades das mesas ao lado. Rua da Moeda, 150, Recife Antigo, Recife, tel. (81) 3034-1705. De ter. a dom., das 17h até o último cliente (sáb. a partir das 18h).