Uma conversa franca com o presidente do Google Brasil sobre o monitoramento virtual feito pelos Estados Unidos, a crise da mídia, o dia em que foi detido pela polícia federal e quedas de conexão dentro da sua sala