Elas são mais gostosas quando puras
Usando como critérios aroma, sabor e equilíbrio, Erwin Weimann, químico e especialista em destilados, e Rick Anson, professor de enologia do Senac, da São Camilo e da UNG, explicam por que estes quatro sabores vão melhor em carreira solo


Bom mesmo é a diferença
Três opções para quem quer fugir do óbvio e se aventurar por sabores exóticos

A Nova Guerra Fria
Três sabores, uma sentença. Qual é o melhor? Nossos especialistas dão o veredicto

Te pego lá fora
Elas (ainda) não chegaram ao Brasil, mas valem a visita ao free shop

Enquanto no Brasil há apenas 18 variedades, o mercado de vodcas flavorizadas na Europa e nos Estados Unidos oferece muito mais opções curiosas, como a que contém bacon. Selecionamos três sabores que gostaríamos muito de experimentar por aqui, mas que ainda não têm previsão de lançamento no país.
Uma dessas vodcas é a Cîroc Peach (1), que traz a promissora combinação de essência de pêssego com frutas tropicais. A outra é a exótica Finlandia Blackcurrant (2), que vem com a acidez equilibrada típica da groselha-negra, fruta nativa finlandesa. Por fim, com sabor cítrico e elegante, a Grey Goose  Citron (3), que é produzida com limões argentinos, brasileiros e franceses.

Mistura e manda!
Desafiamos o bartender Marcelo Vasconcellos, do restaurante paulistano Tutto Italiano, a preparar três drinks exclusivos (e simples) com quatro vodcas diferentes


A melhor de todas!
Cinco coisas que fizeram a Grey Goose La Poire ser a eleita da PLAYBOY


Matéria publicada na Revista PLAYBOY de abril de 2012.